Segurança da informação: como otimizar com 7 boas práticas de TI?

Sabia que empresas inteligentes estão investindo mais em segurança da informação para eliminar riscos e manter seus dados confidenciais seguros? Para fazer parte deste grupo, que tal conhecer 7 boas práticas de TI para otimizá-la!

Não é exagero: qualquer empresa pode ser vítima de crimes cibernéticos. Os relatórios de ataques relatam problemas em instituições governamentais, escolas, hospitais, bancos, indústrias, escritórios de advocacia, e muitas outras organizações.

Hackers, ameaças internas, ransomware e outros perigos estão por aí. As empresas inteligentes estão investindo mais em segurança da informação para eliminar riscos e manter seus dados confidenciais seguros.

E para que sua organização também entre neste grupo, separamos abaixo 7 boas práticas de TI para otimizar sua segurança da informação!

  1. Forme uma política de segurança da informação

Por que ter uma política de segurança da informação por escrito é tão essencial? Primeiro, uma política por escrito serve como um guia formal para todas as medidas de segurança usadas em sua empresa.

Ela permite que seus especialistas em segurança e funcionários estejam na mesma página e oferece uma maneira de aplicar regras que protegem seus dados.

Embora uma política de segurança centralizada possa ser benéfica como uma diretriz básica para toda a empresa, ela não deve ser única para todos os processos em todos os departamentos. Em vez disso, permita que seus departamentos criem suas próprias políticas de segurança com base na política central.

Há muitos benefícios em estabelecer suas políticas de segurança de maneira hierárquica. Ao fazer isso, você considera as necessidades de cada departamento e garante que seus fluxos de trabalho e seus resultados não sejam comprometidos.

  1. Empregue uma abordagem de segurança baseada em risco

Cada setor tem seus próprios riscos específicos e ocultos, portanto, focar na conformidade e atender a todas as regulamentações padrão não é suficiente para proteger seus dados.

Preste atenção aos riscos que sua empresa enfrenta e como eles afetam os resultados financeiros. Sua melhor ferramenta aqui é uma avaliação de risco completa.

Aqui estão algumas das coisas mais importantes que uma avaliação de risco permite que você faça:

  • identificar todos os ativos valiosos;
  • saber o estado atual da segurança em sua empresa;
  • gerenciar sua estratégia de segurança com sabedoria.

A avaliação de risco adequada permite que você evite muitas coisas desagradáveis, como multas por não conformidade com os regulamentos, custos de remediação para vazamentos e perdas por processos ausentes ou ineficientes.

Uma avaliação de risco completa o ajudará a priorizar suas medidas de segurança e a fazer com que sua estratégia atenda aos resultados financeiros da empresa da melhor maneira possível.

  1. Faça backup de seus dados

Fazer backup de dados é uma das melhores práticas de segurança da informação que ganhou relevância crescente nos últimos anos. Com o advento do ransomware, ter um backup completo e atual de todos os seus dados pode salvar sua vida.

Como você pode lidar com backups? Você precisa se certificar de que eles estão totalmente protegidos, criptografados e atualizados com frequência. Também é importante dividir a atividade de backup entre várias pessoas para mitigar ameaças internas.

Você sabe o que acontece na sua rede? Veja mais sobre Network Visibility!

  1. Utilize autenticação multifator

A autenticação multifator (MFA) é uma solução indispensável para estratégias de segurança avançadas.

O MFA ajuda a proteger dados confidenciais, adicionando uma camada extra de segurança e eliminando as chances de que os hackers consigam fazer login como se fossem você.

Mesmo se um agente malicioso tivesse sua senha, ele ainda precisaria do seu segundo e talvez terceiro “fator” de autenticação, como um token de segurança, seu telefone celular, sua impressão digital ou sua voz.

Como um benefício adicional, o MFA também permite distinguir claramente entre os usuários de contas compartilhadas, melhorando seu controle de acesso.

  1. Manuseie as senhas com segurança

O gerenciamento de senha é uma parte importante da segurança corporativa, especialmente quando se trata de gerenciamento de acesso privilegiado. Contas privilegiadas são as preferidas para criminosos que tentam obter acesso aos seus dados confidenciais e às informações comerciais mais valiosas.

A melhor maneira de garantir a segurança adequada é usar ferramentas especializadas, como cofres de senha e soluções de gestão de acesso privilegiado.

Dessa forma, você pode evitar que usuários não autorizados acessem contas com privilégios, ao mesmo tempo que simplifica o gerenciamento de senhas para funcionários.

A primeira coisa que você precisa saber é que uma senha precisa ser longa, complexa e totalmente exclusiva. Deve ser fácil para você lembrar, mas difícil para os outros adivinharem.

Aqui estão as principais dicas que você deve considerar ao criar requisitos de senha para seus funcionários:

  • Use uma senha diferente para cada conta;
  • Use senhas longas, com letras maiúsculas e minúsculas, caracteres especiais e números;
  • Não compartilhe a senha com ninguém, nem a deixe anotada na mesa;
  • Exija que os funcionários alterem as senhas após um determinado período de tempo.
  1. Use o princípio do menor privilégio

Conceder a novos funcionários todos os privilégios por padrão permite que eles acessem dados confidenciais, mesmo que não seja necessariamente necessário.

Tal abordagem aumenta o risco de ameaças internas e permite que os hackers tenham acesso a dados confidenciais assim que qualquer uma das contas de seus funcionários for comprometida.

Uma solução é usar o princípio do menor privilégio. Em outras palavras, atribua a cada nova conta o menor número possível de privilégios de acesso e aumente os privilégios se necessário.

E quando o acesso a dados confidenciais não for mais necessário, todos os privilégios correspondentes devem ser revogados imediatamente.

O gerenciamento de privilégios constante pode ser difícil e demorado, especialmente para grandes empresas, mas existem muitas soluções de gerenciamento de acesso no mercado que podem torná-lo mais fácil.

  1. Conscientize os funcionários

Uma maneira segura de lidar com erros de negligência e segurança cometidos por seus funcionários é educá-los sobre por que a segurança é importante:

  • Aumente a conscientização sobre as ameaças cibernéticas que sua empresa enfrenta e como elas afetam os resultados financeiros;
  • Explique aos seus funcionários a importância de cada medida de segurança da informação;
  • Mostre exemplos de violações de segurança na vida real, suas consequências e a dificuldade do processo de recuperação;
  • Peça feedback aos funcionários sobre o atual sistema de segurança corporativa;
  • Peça aos funcionários novas ideias sobre como combinar segurança robusta com um fluxo de trabalho eficiente.

Recrute seus funcionários como parte de suas defesas e você verá que casos de negligência e erros se tornarão menos frequentes. É muito melhor dar a seus funcionários o treinamento adequado do que lidar com uma violação de dados causada por ações acidentais.

Em resumo, existem tantas maneiras de proteger sua organização quanto de prejudicá-la. Portanto, manter suas defesas o mais estreitas possível e garantir que os fatores humanos tecnológicos e processuais sejam atendidos é fundamental para manter sua operação funcionando sem problemas e minimizar ameaças.

Para saber mais sobre como reduzir o risco de ataques, veja também técnicas para prevenir e mitigar ameaças na sua organização!

N&DC Systems IntegrationSegurança da informação: como otimizar com 7 boas práticas de TI?
Leia Mais

Como potencializar o trabalho remoto da sua empresa com soluções colaborativas

O conceito de trabalho remoto ou home office não é novo. Mas, no cenário que vivemos atualmente, tem ganhado espaço em empresas por todo o mundo.

Grandes mudanças vêm acontecendo, entre elas o trabalho que antes era presencial, mudou para um modelo onde o funcionário tem a opção de realizar seu trabalho remotamente.

Diante dessas mudanças a segurança da informação nunca foi tão importante, organizações que pretendem manter esse modelo de trabalho precisam acompanhar essa evolução e proteger seus dados, contra ameaças sofisticadas.

N&DC Systems IntegrationComo potencializar o trabalho remoto da sua empresa com soluções colaborativas
Leia Mais

Veja como é possível prevenir e mitigar ataques cibernéticos antes que eles ocorram

A internet trouxe uma miríade de novos ataques às portas das empresas. Para se proteger, organizações de todos os tamanhos passaram a usar firewalls e softwares antivírus, que tinham como objetivo fechar as brechas de entrada na rede contra agentes maliciosos.

No entanto, com um ambiente de trabalho em constante evolução, os sistemas de proteção também precisam acompanhar as mudanças para garantir segurança e confiabilidade.

Hoje, além da ampla adoção do trabalho remoto, vemos cada dia mais empregadores incentivando políticas como BYOD, Bring Your Own Device, o que traz à organização dispositivos sem os mesmos padrões de segurança daqueles internos.

Além disso, a popularização de sistemas na nuvem aumentou o número de portas de entrada para os cibercriminosos, tornando as linhas que antes separavam o perímetro da rede mais tênues.

Diante desse cenário, como, então, garantir proteção para a rede da empresa?

O cenário de ameaças em constante evolução

À medida que as organizações continuam adotando e impulsionando a Transformação Digital, ficar à frente do cenário de ameaças e das curvas da cadeia de ataques está se tornando cada vez mais difícil.

Em vez de ter uma única rede para proteger, a maioria das organizações agora possui e gerencia uma variedade de ambientes, incluindo redes físicas, ambientes de nuvem privada e SDN virtual, várias nuvens públicas, uma borda WAN em expansão, hiperconvergência e cada vez mais força de trabalho móvel.

Isso também inclui coisas como desenvolvimento contínuo de aplicativos DevOps, ambientes em contêineres e a adoção de soluções IaaS e SaaS — incluindo Shadow IT.

Devido ao advento de soluções mais profundamente integradas, como carros, empresas e cidades inteligentes, e o iminente lançamento do 5G junto à miríade de novas aplicações imersivas avançadas que resultarão disso, o impacto da Transformação Digital para a segurança da informação parece estar fora de controle.

Um dos principais fatores que permitem que os atores de ameaças apliquem suas habilidades com sucesso e sejam mais eficazes em suas tentativas de obter acesso aos sistemas das organizações é, justamente, o crescente número de ambientes que as equipes de segurança são responsáveis ​​por monitorar e controlar, expandindo a superfície de ataque e potencialmente descobrindo pontos mais fracos para os invasores explorarem.

Atualmente, os SOCs (Centros de Operações de Segurança) precisam manter muito mais ambientes sob controle do que no passado. Isso inclui a nuvem, ambientes virtuais, datacenters e ambientes de contêiner, para citar alguns. Isso, combinado com o fato de as equipes já terem poucos funcionários, dá aos atacantes a vantagem e permite que eles realizem suas façanhas com muito mais facilidade.

Outro desafio para os SOCs é o fato de que as enormes quantidades de informações que os profissionais de segurança precisam classificar e analisar diariamente estão surgindo de várias fontes sem o contexto apropriado.

Isso os coloca sob tensão adicional e consome muito do seu tempo, que eles poderiam usar de maneira mais produtiva, em vez de analisar grandes volumes de dados, muitos dos quais frequentemente se mostram alertas falsos.

Security Internet Gateway: fechando as portas de entrada

Então, como exatamente resolver o problema gerado pelo aumento das portas de entrada para ameaças? O Security Internet Gateway é um serviço de segurança de rede avançado, entregue na nuvem ou local, que aplica políticas consistentes de segurança e conformidade na internet para todos os usuários, independentemente de sua localização ou do tipo de computador ou dispositivo que estão usando.

Essas ferramentas de segurança de gateway também fornecem proteção contra ameaças aos usuários que acessam a internet ou estão usando qualquer número de aplicativos baseados na Web. Elas permitem que as organizações apliquem políticas de uso aceitável para o acesso, imponham conformidade com os regulamentos e evitem o vazamento de dados.

Como resultado, o Security Internet Gateway oferece uma maneira de impedir que as redes sejam vítimas de incursões através do tráfego da internet e sites maliciosos. Ele impede que dados de tais locais entrem na rede e causem infecção ou intrusão por malware.

Essa forma de segurança é realizada através da detecção de malware, filtragem de URL e outros meios. Um gateway efetivamente atua como uma barreira contra roubo de propriedade intelectual sensível ou dados confidenciais, como números de documentos, números de cartão de crédito e informações médicas.

O gateway protege as pessoas, processos ou programas de baixar ou acessar sites externos, software ou dados que possam prejudicá-los ou à organização. Além disso, impedem o acesso não autorizado a partir do exterior.

Portanto, o Security Internet Gateway, é uma solução que filtra fluxos indesejados do tráfego da internet, ao mesmo tempo em que impõe a conformidade com as políticas regulatórias e corporativas.

Como escolher um Security Internet Gateway?

Existem vários fornecedores que oferecem soluções de gateway para internet. Segundo o Gartner, a Cisco é líder de mercado, oferecendo um híbrido de recursos de DNS e proxy através do Cisco Umbrella. A empresa utiliza a tecnologia CASB e a integra aos seus gateways da web seguros.

A Cisco também adicionou a inspeção baseada em DNS em seu pacote. Isso permite usar o DNS para a maioria do tráfego de inspeção para aumentar o desempenho. Uma inspeção de conteúdo mais envolvente de sites potencialmente arriscados pode ser feita usando proxy HTTP / HTTPS.

Os Security Web Gateways, como o Umbrella da Cisco, ficam entre usuários e a internet, analisando o tráfego dentro e fora das redes em busca de conteúdo malicioso e conformidade com as políticas. Dado o importante papel que os funcionários desempenham na segurança de TI, os gateways da web devem ser uma das principais prioridades de segurança da empresa.

Ficou interessado? Conheça mais sobre a solução clicando aqui!

N&DC Systems IntegrationVeja como é possível prevenir e mitigar ataques cibernéticos antes que eles ocorram
Leia Mais